INDÍGENA DO POVO PANKARARU, CAUAN LUCAS É NOVO CONTRATADO DO VASCO





O indigena Pankararu da cidade de Tacaratu, no sertão de Pernambuco, Cauan Lucas, de 15 anos, foi contratado para integrar as categorias de base do Vasco da Gama. Cauan estava há duas temporadas no Esporte Clube Primavera, de Indaiatuba, interior de São Paulo, e chamou a atenção dos cariocas pela inteligência de jogo, o bom domínio e batida de bola, qualidades essenciais para quem deseja se tornar um meia profissional.


A busca do sonho de ser jogador começou desde pequeno, e seus pais o incentivaram sempre para que Cauan pudesse seguir carreira profissional no campo. Seu pai sempre p acompanhou em treinos e viagens para mostrar o desempenho do filho. Porem a dificuldade de sair da aldeia para as capitais eram sempre um desafio para os sonhos do garoto.


“Minha esposa ficou na aldeia, eu em São Paulo e ele no Rio. Deixamos nossa cultura para trás, é uma situação que não é fácil, mas é preciso abrir mão de algumas coisas. Temos fé em Deus”, disse Clécio, o pai de Cauan, para quem o garoto tem a seu favor a “raça e a força de vontade Pankararu”


Dentre os craques de origem indígena que já vestiram a camisa da seleção brasileira estão nomes como Garrincha, de ascendência Fulni-Ô, e mais recentemente Paulinho, que é Xucuru. “Paulinho é um incentivo para nós como indígenas. Sinto muita falta da aldeia, mas é isso, minha conquista é muito trabalho e povo Pankararu vem me ajudando bastante a conseguir meus objetivos. Meu maior sonho é ser um jogador profissional e poder ajudar minha família”, comenta Cauan.


Os sonhos vão crescendo e tomando forma, depois de muita luta e dedicação, o garoto Cauan vê o reconhecimento do esforço e segue uma carreira promissora nos gramados.