Mudanças climáticas: graves sinais que unem as queimadas na Europa e os recordes de frio no Brasil




As mudanças climáticas e catástrofes ambientais estão aparecendo para a gente de forma brusca e violenta, enquanto o Brasil registra neves em lugares nunca vistos, na Europa, faz calor acima da média e países como Turquia e Grécia tentam controlar os incêndios florestais causados pelas altas temperaturas. As temperaturas têm estado altas em grande parte dos países nos últimos dias e devem chegar a 44 graus hoje e terça-feira.


Neste domingo, 01, a Turquia lutava para controlar os incêndios que afetam as principais cidades turísticas do país. As cidades de manvgat e Mamaris, tiveram que se evacuadas e os turistas foram retirados as pressas do local.


Cerca de 107 dos 112 incêndios que eclodiram nos últimos cinco dias na Turquia foram contidos na manhã de domingo, de acordo com dados do Ministério de Florestas. Este é o pior ano para incêndios na Turquia em uma década, de acordo com dados oficiais, com quase 95.000 hectares queimados desde janeiro, em comparação com uma média de 13.516 entre 2008 e 2020 no mesmo período.


Seis pessoas morreram desde a quarta-feira,28, por causa dos incêndios no sul e oeste da Turquia, e milhares de pessoas foram evacuadas de suas casas. Os moradores locais, bem como as equipes de apoio da Rússia, Ucrânia, Irã e Azerbaijão foram destacados para ajudar os bombeiros turcos.


A maioria das dezenas de incêndios que eclodiram no país nos últimos cinco dias foi contida, disseram as autoridades. No entanto, os incêndios ainda estavam queimando em Manavgat no sul e em Marmaris no oeste, alimentados pelo calor e ventos sufocantes, disse o ministro das Florestas, Bekir Pakdemirli.


Na vizinha Grécia os bombeiros estavam tentando conter um incêndio florestal no oeste do país que destruiu casas e deixou 15 cidadãos hospitalizados com problemas respiratórios, disseram as autoridades.


Na ilha italiana da Sicília os bombeiros disseram no sábado,31, que estavam lutando pelo segundo dia consecutivo contra incêndios florestais que atingiram a cidade de Catânia, obrigando as pessoas a deixarem suas casas e o aeroporto local a fechar temporariamente.


É mais fácil entender como as mudanças climáticas favorecem recordes de calor e de chuva. Intensificados nas últimas décadas, a queima de combustíveis fósseis (como o petróleo e o carvão) e o desmatamento ampliam a quantidade na atmosfera de gases causadores do chamado efeito estufa.


Esses gases dificultam a dispersão do calor dos raios solares que atingem o planeta, o que tende a aumentar a temperatura no globo como um todo. os eventos extremos em curso já dão sinais de que as mudanças podem ser mais intensas do que as previstas pelos cenários mais ruins.


Carro coberto por neve no sul do Brasil

Nós estamos em estado de alerta mundial e enquanto não houver mudanças efetivas o meio ambiente vai nos mostrar das maneiras mais terríveis que esse tipo de comportamento é fatal.