Quanto custa a tua vida? Bolsonaro pede proprina de um dólar para venda de vacina



Entender que somos meras pecinhas no jogo maquiavélico de Bolsonaro, isso já sabíamos, mas cada vez mais estamos vendo que valemos menos para esse governo. Ontem a noite descobrimos quanto nossa vida vale exatos um dólar. Esse é o nosso valor.


Na noite desta terça-feira (29), o jornal Folha de São Paulo divulgou uma entrevista com o representante da Empresa Davati Medical, Luiz Paulo Dominguetti Pereira, e este informou que recebeu pedido de propina de US$ 1 por dose de vacina, em troca de fechar contrato com o Ministério da Saúde.


O Brasil soma hoje 516 mil mortes pela covid-19. Milhares de famílias, amigos, amores perdidos por uma doença que já tem vacina, e a cada descoberta das atrocidades deste desgoverno aumentam nossa revolta. Cada vida perdida está sim nas contas de Jair Messias Bolsonaro.


As nossas vidas estavam sendo negociadas em jantares disponibilizados pelo governo, e lá eram feitas as trocas, ou melhor, as propinas que seriam dadas à empresa Davati Medical. Segundo Domingette, foi em um desses jantares que o diretor de Logística do ministério da saúde, Roberto Ferreira, cobrou essas propinas.


Roberto Dias foi supostamente indicado ao cargo pelo líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR). "O caminho do que aconteceu nesses bastidores com o Roberto Dias foi uma coisa muito tenebrosa, muito asquerosa", disse Dominguetti ao jornal Folha de São Paulo . A empresa apresentou uma proposta de US$ 3,5 por dose, que depois passou a US$ 15,5.


Toda essa negociata acontecia enquanto o Brasil já amargava o número de 250 mil mortes. Bolsonaro que tanto falou sobre combate a corrupção, está a cada dia que passa se afundando mais em um esquema tenebroso de corrupção, envolvendo a maior crise de saúde que já vivemos na história. Agora estamos correndo contra o tempo para tentar nos salvar. Salvar do vírus, mas principalmente desse governo que quer nos ver MORTOS!