Seletivas do festival ‘Se Rasgum’ abre espaço para bandas da Amazônia



Não existem dúvidas quanto é rica a cena musical paraense dos últimos anos. Novos movimentos e artistas têm contribuído de forma muito positiva com nosso ideário musical. Alguns festivais, nesse cenário, têm desempenhado papel fundamental na propagação dessa cena.


Com 15 anos de história em Belém, o festival ‘Se Rasgum’ é um destes festivais, que ganharam destaque ao apontar novas tendências da música nacional, especialmente se tratando ao estado do Pará.


O diferencial do festival é mostrar novas tendências e exaltar nossa cultura, sempre lotando seus espaços colocando em cima do palco artistas que estão em alta. É feita uma seletiva com os curadores que selecionam artistas e bandas, e neste ano as seletivas estão abertas não só para as bandas daqui do Pará, como para grupos dos nove estados da Amazônia Legal (Amapá, Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Roraima, Rondônia e Tocantins). As inscrições são gratuitas e poderão ser feitas através do site até o dia 2 de setembro.


Para escolher os 10 finalistas, o Festival convidou nove curadores, um de cada estado da região, buscando mapear as novidades com um olhar voltado à diversidade musical e à equidade de gênero, étnica e racial.


As Seletivas ‘Se Rasgum’ têm patrocínio master da Oi e apoio cultural do Oi Futuro através da lei Semear de incentivo à cultura via Governo do Estado do Pará e Fundação Cultural do Pará, além do player Oficial Deezer.


Há mais de uma década o ‘Se Rasgum’ vem revelando o que desponta na música produzida no Pará, abrindo o palco do Festival para novos talentos, ajudando tanto na apresentação destas novidades para o mercado musical quanto na formação de novos públicos.