UFPA tem corte orçamentário de mais de 33 milhões


A Universidade Federal do Pará (UFPA|), perdeu 36,3 milhões do orçamento este ano, os cortes na educação vem ocorrendo desde que o atual Presidente da República Jair Messias Bolsonaro, assumiu o governo, em 2018. Após ameaça de encerramento das atividades da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), uma das maiores do Brasil, a redução no orçamento começa a afetar outros estados do país, entre eles o Pará, que sofreu um corte de mais de 18% em comparação ao ano de 2020, onde a redução foi de 14,96%. O total de redução é de 1 bilhão, valor destinado para o custear as despesas de água, energia, limpeza, manutenção e infraestrutura.


Com a missão de Produzir, socializar e transformar o conhecimento na Amazônia para a formação de cidadãos capazes de promover a construção de uma sociedade inclusiva e sustentável, a UFPA, mantém o pagamento das despesas, no entanto, precisará enxugar gastos com manutenção predial, limpeza, vigilância, entre outros, além da limitação de atividades que gerem custos com deslocamento.


O momento para a perda do orçamento educacional acontece em um cenário de extrema pobreza, tendo em vista que a pandemia vem interferindo na economia do país, aumentando a possibilidade de evasão dos alunos, que enfrentam dificuldades de permanecer dentro das universidades. De acordo o Ministério da Educação (MEC) a redução de verba acontece de forma linear e ações para que um orçamento integral seja disponibilizado estão sendo realizadas.