Família ambientalista que protegia tartarugas foi assassinada em São Félix do Xingu


Imagem: redes sociais/Reprodução

A família do ativista e ambientalista “Zé do lago” foi assassinada em São Félix do Xingu e só hoje a polícia teve conhecimento. É mais um caso de assassinato de ativistas dos direitos humanos no Brasil e no Pará, um dos estados mais violentos para lideranças ambientais, como foi o caso desta família.


A Polícia Civil de São Félix do Xingu, no Sul do Pará, investiga um triplo homicídio praticado contra uma família que residia às margens do Rio Xingu. Os corpos das vítimas executadas a tiros, foram encontrados pela PC com a ajuda de um dos filhos do casal, no último domingo (09), em locais distintos da região. O corpo do trabalhador rural, conhecido como “Zé do Lago”, e de sua filha Joene, foram encontrados do lado de fora da residência, enquanto o corpo da esposa do ambientalista, identificada como Márcia, foi encontrado boiando no rio Xingu.


A família, que morava às margens do rio Xingu, era bastante popular na região e além de tudo, eram protetores e ativistas de causas ambientais. No local do crime foram encontrados diversas cápsulas de balas, e pelo estado de decomposição que os corpos foram encontrados, acredita-se que o crime aconteceu aproximadamente três dias atrás.


Zé do lago ficou ainda mais conhecido após ter um vídeo publicado em uma rede social, onde aparece mostrando a soltura de milhares de filhotes de tartarugas da espécie Tracajá, além de mostrar como o trabalho realizado, servia para repovoar o rio Xingu. O ambientalista tinha inclusive um projeto voltado à criação e proteção dessas espécies na região.


Segundo a polícia , ainda não se sabe o que motivou o assassinato da familia, a policia ainda tenta e traça diferentes linhas de investigação para chegar a motivação do crime. O que se sabe até então, é que a família era muito reconhecida na área por sua luta em defesa do meio ambiente e por realizar projetos voltadas à proteção dos filhotes de quelônio. Segundo os moradores eles desconheciam algum tipo de rixa ou desentendimentos externos.